IGREJA BATISTA NACIONAL EBENEZER DO BAIRRO PETROVALE "BLOG OFICIAL"

IGREJA BATISTA NACIONAL EBENEZER DO PETROVALE. "BLOG OFICIAL"
Escola Bíblica, Domingo às 08:30hs
Cultos:
Domingo: 19:30hs
Quarta-feira: 19:30hs
Sexta-feira: 19:30hs
Sábado: Culto de Jovens às 19:30hs



quinta-feira, 2 de junho de 2011

Testemunho de salvação.

Olá pessoal! Meus nome é Otto L. Matos. Estou aqui para contar uma história de um passado não muito louvável. Também de algumas pessoas que fizeram parte dele e que estiveram lado a lado comigo suportando tudo e me incentivando a fazer coisa boas.
Tudo começou quando eu era criança, eu ainda muito pequeno, meus pais se separaram e minha mãe teve que trabalhar para não faltar comida na mesa e nem vestes no guarda-roupas, me deixando assim com uma babá.
Eu era muito traquino, saia de casa sem que a babá me ver e ia para a rua encontrar com os meus amigos, até aí tudo bem, mas na rua aonde eu morava, existia um grupo de assaltantes e traficantes de drogas o qual era o maior e o mais temido na cidade de Salvador - Ba e eu acabei pegando conceito com eles e comecei a andar lá onde eles ficavam e isso foi a minha derrota, porque comecei a usar drogas.
Quando eles saiam eu catava as baganas (pontas de maconha) que ficavam largadas pelo chão e ingressei no obscuro mundo das drogas.
Com aproximadamente aos 8 a 9 anos de idade, como já fumava cigarros, passei a fumar e a beber mais ainda. Minha mãe que era uma guerreira, ficava sabendo pelos vizinhos o que eu estava aprontando e era noites e noites de conversas e muitas lágrimas, em meio a muitas conversas e promessas de mudanças, eu estava que nem o apostolo Paulo "o bem que quero este eu não faço, mas o mal que não quero, este eu faço" Rm 7: 19. E um ou dois dias lá estava eu fazendo as mesmas coisa novamente, então logo veio a prostituição.
Na mesma época eu comecei a me prostituir com uma das  babas da minha irmã e logo depois eu comecei a obriga-la a deitar com outros homens e ela assim o fazia e aí já sabe não é queridos, foi só destruição.
Perdi muitas coisas importantes com desprezo da sociedade, a confiança da minha família e etc.
Com exceção da minha mãe é claro, que apesar dos pesares estava ali rente comigo enfrentando os conselhos do tipo "entrega ele pra polícia e vai viver a sua vida" ou então "interna ele numa clínica, denuncia ele, você é muito jovem, vai viver sua vida", mas não amados, ela estava ali rente, colada comigo mas, não foi impedimento para eu continuar.
Com 14 anos comecei a traficar drogas e a conquistar o temor dos moradores do bairro onde eu morava e logo depois passei um tempo viajando.
Aos 19 anos aproximadamente eu voltei para cidade de Salvador - Ba, conheci uma pessoa e logo passei a morar com ela e deixei de me prostituir e parei de usar drogas ilícitas mas, continuei a usar as drogas lícitas do tipo bebidas e cigarros, mas tem um ditado que diz: "malandro não para, malandro dá um tempo" e lá vai eu novamente para a mesma vida, comecei a me prostituir e a traficar. Conheci uma mulher que era a chefona do tráfico em Salvador - Ba e região metropolitana e ali firmamos uma parceria "imbatível", começamos a ganhar muito dinheiro e também a despertar a ira de alguns mas, mesmo no lamaçal do pecado, a mão de Deus não deixava eles entrarem na cachanga "barraco ou beco", já vieram de madrugada e também durante o dia, mas fiel era Deus que me deu vários livramentos, então fui obrigado a sair novamente da cidade e lá chegando eu fui me esconder, dois dias depois minha tia me chamou para eu ir com ela a uma igrejinha Pentecostal, chegando lá, uma irmãzinha veio até mim e disse: "Você só está aqui, porque Deus estava me dando um livramento de morte". enquanto isso, lá em Salvador - Ba, naquela mesma hora estava sendo armado para mim uma tocaia que eu só iria ficar sabendo à noite. Saindo de lá, fui para casa.
À noite liguei para minha ex-mulher e ela estava desesperada me dizendo que dois caras da equipe rival havia ido lá na rua onde eu morava atrás de mim, pressionando alguns colegas meus achando que  estava em Salvador - Ba escondido, logo depois liguei para minha mãe que também estava desesperada e me pediu que saísse desta vida.
Durante a tarde quando ela estava estendendo roupas no varal, Deus a levou em uma revelação e me mostrou dentro de um caixão descendo a sepultura e depois o caixão subia de volta e o Senhor dizia: "Que já tinha me dado muitos livramentos e aquele era o último, se eu não me concertasse e voltasse  para Ele,eu iria descer a sepultura". O que vocês acham o que aconteceu depois amados? Pois é queridos, me converti ao Senhor e hoje sou livre verdadeiramente pois o filho de Deus me libertou Jo 8:36.
Hoje sou casado, tenho uma linda e maravilhosa esposa e  até aqui tem me ajudado o Senhor.
Que Deus continue abençoando a todos. E a vocês que lerem este testemunho possa viver em novidade de vida e a vocês que se encontra em uma situação como esta que eu vivi, lembre-se que Deus está perto de você e está sempre pronto para te salvar não importa o que você tenha cometido Ele quer te salvar. Ele só está esperando a sua decisão de olhar para Ele.
Deus em Cristo, continue vos abençoando. Amém!

                           Otto L. Matos

Um comentário:

  1. nossa muito forte este testemunho o "SENHOR" ainda hoje opera milagres.

    ResponderExcluir